Seguidores

2012/09/25

Colete salva-vidas??? Claro que SIM!!!!!

Ultimamente tenho pescado em mares muito calmos mas nem por isso deixei de reflectir na segurança que devemos ter quando nos aproximamos do mar.

Sempre tive grande respeito por Neptuno e muitas vezes o mar que até se apresentava muito tranquilo e acaba por nos surpreender quando menos esperamos.

Não tenho tido grandes sustos mas sei de quem já foi surpreendido e andou aos papeis, como quem diz, aflito dentro de água, por isso acho que nos devemos sempre precaver para o pior, um acidente pode acontecer a qualquer um e se não estivermos prevenidos e preparados sabendo o que fazer a situação pode se tornar grave ou mesmo fatal, por isso tomei a iniciativa de procurar coletes salva vidas e adquirir um.



Verifiquei algumas marcas e modelos, comecei numa grande superfície desportiva onde vi alguns coletes de kayak e kitsurf, não eram específicos para a pesca e achei uns muito grossos e outros pouco ergonómicos pois prendiam os movimentos para se pescar além de não terem qualquer bolso para se guardar qualquer coisa.

Acabei por procurar em lojas de pesca na net e no Grande Porto, onde encontrei 3 modelos de coletes específicos para a pesca,o modelo da HART, o modelo da NBS e finalmente o modelo da BARROS.

Modelo Hart
Todos eles apresentam bons padrões de segurança, nível igual de flutuabilidade, arnés de segurança, reflectores para aumentarem a visibilidade e vários bolsos.

De todos os modelos o mais barato era o Barros, que encontrei a 43€ enquanto que os outros tinham preços semelhantes em torno dos 55€, não que a diferença fosse grande nem que isso fosse importante na compra, quando se fala de segurança o preço é o que conta menos.

Mas em termos de ergonomia achei os modelos da Hart e NBS menos conseguidos, claro que é uma opinião pessoal, neste assunto o melhor é cada um experimentar e ver com qual se sente melhor.

Para mim o tamanho único no modelo Hart tira-lhe ergonomia, sente-se alguma folga e desajuste de tamanho o que não acontece no modelo da Barros devido ás alças laterais que ajustam na perfeição o colete ao nosso corpo assim como por ser mais simples e com um corte mais amplo nas cavas e peito.

Por outro lado o modelo NBS apresentava diferentes tamanhos, o que pode implicar ter um colete para o inverno e outro para o verão pois usamos mais roupa ou mesmo um blusão mais grosso por baixo, o colete deve ajustar na perfeição, essa é uma condição fundamental, por isso deve ser muito bem experimentado antes de adquirido e cada qual deve procurar o modelo que se ajusta melhor a si.

Todos os modelos apresentavam arnés e reflectores tendo os modelos da Hart e da Nbs mais bolsos que o da Barros, cumprindo todos os requisitos de segurança.

Acabei por escolher o modelo da Barros, embora não goste dos bordados que têm na frente e costas, acho que aqui a Barros exagerou e só ainda não os eliminei porque não tive tempo, a marca deve estar presente mas não de uma forma publicitária, devia ser revisto para modelos futuros.

Este colete Barros além de cumprir com todos os requisitos de segurança em termos de flutuabilidade era o que eu sentia mais conforto, acabei por adquirir, já fiz algumas pescarias com ele e de facto não incomoda nada, consegui adaptar-me perfeitamente, tendo já feito o teste final, lançando-me à agua e verificar como se comportava dentro do mar, qual a influencia das ondas e da rebentação para saber com o que conto, na verdade passo a estar mais seguro enquanto pesco.

Em Agosto com temperaturas frias na alvorada e a chegarem aos 25 graus a meio da manhã o colete nem deixou sentir o frio da alvorada nem o calor se fez sentir a meio da manhã, com apenas uma T-shirt por dentro.

Tem reflectores na frente e costas, 4 bolsos, alças para ajuste lateral, arnés de segurança, nível de flutuabilidade adequado e muito ergonómico, satisfez-me plenamente, com ele a flutuabilidade é total e em caso de queda ao mar é certo que será uma grande ajuda.

Só notei um problema neste colete da Barros que é comum a todos os outros, dificultam ligeiramente o acesso à bolsa de amostras no inicio, mas com um pouco de prática o resolver resolve-se facilmente.



Uma coisa é certa, tenho grandes responsabilidades nesta vida principalmente para com os meus 3 miúdos, por isso investi na minha segurança, sempre se disse que ... "o seguro morreu de velho!" ... No mar não vale a pena arriscar.

11 comentários:

  1. Bom post amigo,tou totalmente de acordo comtigo amigo também tenho as minhas responsabilidades para com as minhas duas meninas segurança açima de tudo um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Nuno,

      Na verdade não custa nada estarmos em segurança, nem sequer pesca menos, é uma medida que não nos devemos afastar, á uns anos algumas pessoas não usavam cinto de segurança, motociclistas não usavam capacete, é tudo uma questão de civismo e de saber viver sem por em risco algo que é tão precioso, a nossa propria vida!

      Um abraço!

      Eliminar
  2. Boas Armando,

    É muito bom ter essa consciência acerca do mar.
    Da maneira como pescam acho muito importante protegerem-se.
    Relativamente aos coletes mencionados não os conheço, mas de acordo com a minha longa experiencia da prática da vela: se um colete estiver folgado,este só atrapalha. Assim fez muito bem em simular a queda na água.
    Como não tenho experiência de pescar nas pedras, tenho pavor, aflige-me ver certos vídeos e relatos da maneira que algumas pessoas arriscam.
    Boas pescarias

    Um abraço

    JFP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas José,

      A forma como pescamos não é menos perigosa que pescar na areia, eu acho até pescar em areia perigoso, principalmente no inverno, o mar surpreende muito mais, na rocha só se pode estar com mar baixo e embora haja quem goste de arriscar o risco é menor, na minha opinião, quanto a quedas já não digo o mesmo, pode-se sempre escorregar e criar um grande sarilho!!!

      Um dia que venha pescar aqui para os lados de Leça avise, terei todo gosto de lhe mostrar alguns pesqueiros que vai constatar são bem confortáveis e seguros, obviamente com uma ondulação abaixo dos 1.4, mas muita gente arrisca em sitios que não deve e ás vezes corre mal, mas isso não é para mim, gosto de estar seguro no que faço!!!

      Um abraço!

      Eliminar
  3. Buen aporte compañero. Mi zona de pesca no tiene grandes pedreros (y casi que ni pequeños), pero si me viera expuesto a vuestras condiciones, no dudaría en equiparme convenientemente.

    Un saludo.

    ResponderEliminar
  4. Holla Jonathan,

    É sem duvida conveniente, seguro e comodo, a nossa vida não pode ser posta em risco!

    Saludos

    ResponderEliminar
  5. Muito bom Post, sem duvida que a segurança na pesca é o mais importante, tb tenho um colete desses, muito bom mesmo, e agora fiquei a saber como se comporta dentro de agua pois ainda não me atirei ao mar com ele heheh, quantos aos outros não conheço, mas excelente post para que tá indeciso, tem muitas duvidas tiradas.

    Ab

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde a todos
      Para esclarecer algumas dvidas em relação ao uso de "auxiliares individuais de flutuação" atualmente obrigatórios na pesca embarcada e eventualmente na pesca apeada consultei pessoalmente a Capitania da Póvoa de Varzim onde me disseram qque os equipamentos deviam de estar homologados.
      Não sei se qq destes coletes que me parecem "suficientes" estão homologados ou se nos arriscamos a uma MULTA.

      Eliminar
    2. Boas,

      Os equipamentos homologados devem fazer referência a isso, se no colete não tem qualquer referência a isso a policia não poderá saber também.

      A referência à homologação vem estampada no interior do colete normalmente.

      Um colete homologado deve conter informação relativaà certificação, se tem certificação europeia vem referênciado CE e depois os Newtons que aguenta, para adulto 50N (Newton) são auxiliares de flutuação, e são considerados Coletes Salva Vidas a partir dos 100N e 150N em função do peso, esta é a indicação principal no colete que a policia maritima tomará em linha de conta.

      Na altura em que este artigo foi criado não havia essa preocupação, não sei se estes coletes são homolgados ou não, vou verificar e posteriormente colocarei uma actualização sobre coletes homologados.

      Muito obrigado pela sua colaboração.

      Eliminar
  7. Nunca me ocorreu em pescar com um colete, mas faz sentido, é como o velho ditado, mais vale prevenir do que remediar!
    A nossa segurança, neste caso a nossa vida não tem qualquer tipo de custos.

    ResponderEliminar