Seguidores

2012/04/16

Shimano Aspire Seabass 270H


Andei algum tempo em busca de uma cana que fosse leve mas potente e que se adequasse á pesca que eu faço, depois de muito pesquisar e estudar cheguei a uma conclusão e decidi comprar a Shimano Aspire Seabass 270H.

Esta é uma cana desenvolvida no Japão para a pesca em agua salgada a partir das famosas Excense Japonesas da Simano, a Aspire Seabass está referenciada como uma cana especial robalo é isso que vamos testar.


Na verdade a cana impressiona logo à primeira vista, a sobriedade é aplaudível e os acabamentos são soberbos sendo notório de imediato que tudo nesta cana foi pensado para ser leve mas ao mesmo tempo potente!!!

O blank é extremamente fino ( 1,6 mm junto à ponteira e 13mm junto ao punho) e a primeira questão que nos vêm á cabeça é se esta cana consegue por a seco um robalo de respeito, é uma Seabass deverá o fazer sem problemas mas vamos ter que o comprovar pois a maciez desta cana levanta algumas duvidas a muitos pescadores em ralação a ferrar e trabalhar um peixe de grandes dimensões!

O blank embora fino é muito potente, feito em carbono de alto módulo XT300LRC com adição de Biofibra, utilizando a tecnologia HPC.

Só a titulo de informação um XT antes de um numero significa a tonelagem que a fibra de carbono usada é capaz de resistir num ambiente controlado, quanto mais elevado mais resistente é a fibra de carbono e inevitavelmente mais cara, por outro lado o HPC é um processo de fabrico que utiliza a alta pressão para produzir blanks mais compactos e resistentes.

É a única cana do catálogo da Shimano para spinning com estrutura Hi-Power-X , com mantas trançadas em X que reduzem a torção do blank e lhe aumentam a potência, tornando-o mais leve, resistente e com acção excepcional, uma característica das grandes canas Shimano que se encontram no Japão mas sem se saber porque razão não chegam aos nossos mercados directamente.

No caso da Aspire Seabass é ainda aplicada Biofibra que vem reforçar a fibra de carbono em todas as direcções o que lhe dá mais força, resistência ao choque, leveza e robustez.

Esta combinação de materiais e processos de fabrico de ponta eliminam pontos fracos, garantindo um blank muito uniforme, com uma pureza de carbono elevada e por isso mais resistente, tornando esta cana uma das mais reactivas da sua gama, com um blank com uma marcante acção de ponta e sem vibrações parasitas que se transmitam ao punho.

A cana tem 8 passadores Fuji Tangle Free em Silicium, mais altos e inclinados para manterem a linha mais afastada do blank, evitando emaranhados e cabeleiras, melhorando com isso a sua capacidade de lançamento e ao mesmo tempo contribuem para reduzir o peso da cana.

O porta carretos Shimano é em Ci4, mais um toque tecnológico que contribui também para a redução geral de peso.


O punho em EVA de alta densidade permite uma pega muito agradável, ergonómica e eficaz, notando-se de imediato quando se pega na cana o seu peso ou melhor a falta dele, a cana é realmente de uma leveza incrível, com apenas 165g não está muito longe de uma cana para achigã com quase menos 1 metro.



Em relação ao punho deve ser salientado que é mais curto que o normal, tem apenas 45 cm e quem não estiver acostumado a punhos curtos terá que experimentar para ver se gosta, é que se sente de imediato os centímetros a menos, quando o comparamos com o punho de uma Speedmaster Seabass notamos que é mais curto 9 cm comparando a distância do porta carretos ao fim da cana.


Se continuamos a comparação com a Speedmaster Seabass de 3 metros à primeira vista temos uma diferença de 30cm que se notará no lançamento mas isso de facto não corresponde á verdade, os 30cm de diferença entre as canas é repartido entre o cabo com 9 cm e a ponta que é mais curta 21 cm , centrando as canas na pega junto do porta carretos.


De mão dada com o Shimano Twinpower Ci4 4000SFA faz um par muito interessante em termos de leveza e performances, com um multi Berkley Fireline XDS 0,19 no carreto este conjunto acusou na balança 473g, um conjunto com menos que meio kilo, era a leveza que eu procurava!!!!

Testei a capacidade de lançamento desta cana com várias amostras, a cana vem com um CW anunciado de 15g a 60g, comecei com amostras com 15g e fui subindo até às 40g de uma zagaia pequena passando ainda por alguns vinis, não tendo ultrapassado as 42g pois comecei a sentir a cana no seu limite, o que talvez não seja verdade e talvez consiga ir até ás 60g mas achei melhor não arriscar pesos mais elevados até porque não os utilizo muito para pescar.


As prestações são soberbas demonstrando que o blank embora muito fino é potente e têm uma grande capacidade de lançamento, proporcionando lançamentos muito longos também ajudados pelo posicionamento e inclinação do primeiro passador que permite uma correcta saída do fio.

Estou certo que é uma cana que requer habituação para se puder tirar partido das suas características, nomeadamente nos lançamentos, não é uma cana para se lançar em força mas em jeito, conseguindo através do efeito de catapulta deste blank autênticos tiros de canhão sem grande esforço.

Testei a cana com condições do mar razoáveis e com um vento lateral fraco, quase inexistente, o que era o ideal para tirar boas conclusões da capacidade de lançar desta cana.

Lancei 20 vezes com cada amostra e fui anotando os valores que ia alcançando os quais passo a referir o valor médio e o valor máximo conseguido com quatro amostras de referência:

Rapala MaxRap 13 – 15g > 47m / 52m

Daiwa Saltiga SLS 14 F 19,5g > 51m / 56m

Daiwa Saltiga SLS 17 F-G 28g > 59m / 63m

Duo Tide Minow Flyer 175 29g > 60m / 64m

Não será a cana para utilizar em caneiros longos ou a partir da areia onde serão necessários lançamentos mais longos no entanto para a maior parte das situações de pesca que eu encontro pela frente serve na perfeição.

A cana tem uma marcante acção de ponta, é muito rápida, reactiva e sensível permitindo uma boa animação das amostras, o Jerking realiza-se com muita facilidade, o WTD é perfeitamente controlado e os toques dados com a cana são transmitidos á amostra de uma forma perfeita.

A sensibilidade desta cana é verdadeiramente incrível, podemos imaginar como está a evoluir a amostra dentro de água e sentir tudo por onde passa a amostra sendo cada aspeto do mar sentido com grande precisão e por isso podemos evitar algumas prisões e diferenciar cada tipo de toque sentido, a concentração torna-se máxima e com isso consegue-se com certeza melhores resultados.

 O conjunto da Aspire Seabass com o Twin Power é muito leve e equilibrado, potente a lançar e preciso na animação das amostras, permitindo uma sessão de lançamentos sem quase nos cansarmos, estou certo que será uma agradável companhia nas próximas sessões de pesca!

Na minha ultima saída testei esta cana com um peixe, animava um vinil e de repente senti uma pancada bem característica, ferrei (a ferragem com a Aspire Seabass é de facto muito rápida) e de imediato a cana começou a absorver as pancadas do robalo, o blank é elástico e absorveu muito bem as cabeçadas e arrancadas que o peixe dava por outro lado a reserva de potência é impressionante e cedo deu para perceber que o peixe não teria qualquer hipótese, ficou por ver como reage com um peixe ainda de maior calibre, mas uma coisa se percebe facilmente, tanta elasticidade e potência juntas serão difíceis de derrotar, muito dificilmente um peixe depois de bem ferrado terá qualquer hipótese com esta cana.

Quanto a levantar o peixe não estamos diante de nenhuma grua por isso peixes acima de 2Kg não devem ser levantados a peso com esta cana, embora o carbono seja de grande qualidade tenho a certeza que o blank não foi estruturado para esse fim.

Como conclusão final, estamos perante uma cana potente e muito técnica, muito leve e com grande sensibilidade, ideal para realizar animações muito sensíveis com vinis ou passeantes além de proporcionar com jerkbaits um jerking mais reactivo e um melhor controlo da amostra, sendo o seu CW ideal na minha opinião entre as 15g e as 40g acaba por abranger a maior parte das amostras rígidas e vinis que usamos nos nossos dias de pesca do robalo ao spinning, quem pega na Aspire Seabass sabe que a ultima hora de pesca será igual é primeira, sem cansaço nem dores nas costas e com concentração total no que está a acontecer á nossa frente, no entanto para quem acha que pesca do robalo ao spinning é sinónimo de força bruta e material muito potente esta não será com certeza a melhor opção.

43 comentários:

  1. Nuno Ribeiro17/04/12, 18:04

    Tem aspecto de ser uma boa vara... Esperemos que seja testada a sério brevemente! Já agora os meus parabéns pelo blog... Não conhecia mas está muito bom com os teus excelentes relatos e com boas opiniões isentas relativamente ao material, continua assim! ;)

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  2. Olá Nuno, Obrigado pelo teu comentário, vamos ver se um bom robalo colabora e se pica numa fateixa para a testar com um bicho a sério :)

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Boa Noite,
    Quero felicitá-lo pelo seu blog e nomeadamente por este artigo.
    Sou um pescador há longa data e de Spinning acerca de 4 anos a esta parte. O meu nome é José F Pinto e sou natural de Ovar.
    Como estou a pensar adquirir uma Aspire Seabass 30H e após ler os seus artigos agradeço que me aqjude a esclarecer o seguinte; 1) Que tipo de problema é que teve com os passadores?;2) Os 45cm do cabo são medidos a partir da parte superior do porta carretos? 3) Como esta zona é exclusivamente de areia oque pretende exactamente dizer com" Não será a cana para utilizar... a partir da areia...".
    O material que uso actualmente é uma Speedmaster AX 30MH com um Stradic Ci4 4000.

    Obg e 1 abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite José Pinto,

      Muito obrigado por participar no Predadores ao Spinning, espero que continue a nos visitar e que encontre um constante interesse nos artigos publicados.
      Quanto à Aspire Seabass o problema que tive com os passadores quando a recebi foi que ao puxar pela cana nas primeiras saídas de pesca literalmente estalaram, e pude perceber que alguma coisa estava errada com o epoxi aplicado, pelo que me foi informado pelo vendedor a shimano recolheu toda a série e por isso tive que esperar que nova série chegasse do Japão, aparentemente esta que recebi não tem o mesmo problema pois como deve compreender já puxei bem por ela para ver se não acontece o mesmo e de facto continua impec!

      Quanto aos 45 cm são medidos desde o fim do blank até ao final da cana, com o porta carretos pelo meio, é o comprimento total do punho o que é curto comparado com canas normais mas torna-se ideal para quem gosta de animar amostras, trabalhar com vinis e dar acção a tudo com que pesca, se comparar com a speedmaster ax que têm sentirá diferença pois a zona onde pega no final do punho estará cerca de 10cm acima mas é uma questão de hábito,nada como experimentar.

      Quando refiro que não é cana para a areia quero dizer que há canas que são mais indicadas para esse tipo de pesca. É claro que esta cana pode ser utilizada a partir da praia mas os seus 2,70 metros não permitem lançamentos tão longos como uma com 3,30 metros, perdendo-se no alcance da amostra, e por vezes perde-se a zona onde se quer chegar. É uma cana para se pescar mais próximo dos pontos quentes em cada spot, principalmente em pedra, entrando um pouco mar a dentro, no entanto pode perfeitamente utilizar da areia e se a sua opção for para a de 3 metros ganhará alguns metros com certeza, mas deverá estar consciente que perderá alguns metros para uma cana mais comprida com 3,30 ou 3,60!

      Na minha opinião já têm um material muito bom, a speedmaster ax30mh tem um cw 20-50 muito idêntico a esta Aspire no entanto o blank da speedmaster não é tão sensível como o da Aspire e só pescando para se perceber a diferença, é uma cana mais técnica para quem não faz spinning apenas a atirar e recolher amostras, permitindo um outro tipo de controlo e acção sobre a amostra além de dar outro gozo a pescar!

      Não sei o que o leva a enveredar pelo caminho da Aspire, se o que procura é leveza, sensibilidade e técnica então deve no mínimo experimentar!

      Um abraço!

      Eliminar
  4. Boa Noite Armando Sousa,

    Muito obg pelas informações disponibilizadas.
    A minha opção pela Aspire30H foi o seu CW de15-60 e pelo nervo e reserva de potencia do blank. É que a Speedmaster AX 30MH tem um CW de 15-40 o que limita muito o uso de vinis ou de alguma zagaia. A minha duvida está neste momento no tamanho do respectivo cabo.
    Já agora e a nível de partilha de informações uso a spiderwire ultracast 0.12/0.14 invisi com terminal Seaguar 0.33/0.37. Amostras Lucky Craft Flashminnow 130 e Daiwa Shore Liner 14LD-SG.
    Este ano por estas bandas o peixe anda muito raro e o que aparece anda engodado no lingueirão. Já tirei alguns com o Naturish Sandeel da Storm.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite José Pinto,
      Tal como referi no artigo o CW desta Aspire deixa-me muitas duvidas, pessoas que conheço que têm também a mesma cana são claras a afirmar que o CW correcto da aspire será um 10-40, para mim é um pouco mais mas não usei como informo no artigo qualquer peso acima das 42g pois sinto a cana no limite.

      Essa cana que tem com 15-40g como é??? Tem o CW correcto??? é que se for como a maior parte das shimano tem o CW desviado e não conseguirá lançar muito bem amostras acima das 30g já agora agradeço que confirme!

      Um abraço,

      Eliminar
  5. Olá Armando,
    A Speedmaster SSMAX30MH tem de catálogo e inscrito um CW de 14~40.
    Realmente noto que com mais de 30grs já não tem a mesma resposta (nunca ultrapassei as 33grs), daí o meu interesse pela Aspire Seabass 15~60.
    Relativamente à medida a usar, em minha opinião os 3.0mt são o ideal pois 3.3 já desiquilibra muito (nota-se nas costas após uma jornada) e a ponteira começa a bater na água, já para não falar dos 3.6 que já estará no limiar do buldo.
    Se a dimensão do cabo não for problema, penso que na de 3.0mt será ligeiramente maior, será cana a interessar. Para tirar dúvidas fiquei de vêr uma ao vivo e se possível fazer uns lançamentos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha Aspire hoje já lançou zagaias com 52g, mas não irei acima disso, a de 3m será com certeza melhor na areia, experimente para tirar teimas é o melhor, se ultrapassar o cabo curto(que dá muito jeito assim para as animações sem que o cabo nos esteja sempre a roçar) vai ver que gosta muito de tudo o resto, a cana é 5* e mais vai gostar quando notar como é confortável assim leve!

      Eliminar
  6. Boa noite Armando,

    Este sábado e hoje experimentei a cana que com o Stradic Ci4 F4000 fazem um conjunto soberbo.
    A cana é um must. Tem muito pouca a haver com a Speed Master AX.
    Sente-se tudo. Parece que tem um amplificador.
    No sábado só tive um ataque que não resultou. Hoje cheguei à beira mar às 7H45 e logo no 3º lançamento engato um peixe que pouco depois se desferrou. Parecia ser pequeno.
    Comecei a pensar que com esta cana os peixes não ferravam.
    Mais dois lançamentos e sinto um ataque que consegui ferrar. Vi logo que não era um peixe grande mas era bravo. Tinha cerca de 600grs e deu-me um trabalho para retirar a fateixa de trás da Lucky Craft pois tinha os três anzóis cravados.
    Mais três lançamentos e depois de um jerk longo e forte quando vou recuperar sinto uma pancada forte e aí está mais um, agora já kileiro. A cana é cinco estrelas.
    O sol pôs-se a brilhar e acabou-se o peixe.
    Já estou a pensar na próxima, mas o mar e vento vão subir.
    Hoje para experimentar montei um vinil da Savage de 45gr, assim como um bulrag de 50grs e no problem.
    É uma cana que carece de aprendizagem e que lança muito bem sem esforço.
    Obrigado pelas dicas.

    Um abraço

    JFP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns pela compra, é de facto uma cana muito diferente do que se vê por ai e que dá um gozo muito grande quando ferramos peixe, use e abuse!!!

      Eliminar
    2. José David12/06/12, 23:02

      Boa Noite.
      Parabéns pelo seu excelente artigo sobre a Aspire.
      Chamo-me José David e moro em S. João do Estoril.
      Estou a querer retomar a pesca do robalo a spinning e procuro conhecer o que devo adquirir, rifando algum material de canas que tenho.
      Tenho duvida se devo começar por uma cana de ~ 2.7 m ou 3 m??
      As opções que estava colocar, seria a Aspire- SeaBass ou então a LuckyCraft??
      As opções foram-me dadas por amigos. Conhece a LuckyCraft ESGII?
      O seu artigo é um excelente contributo para me ajudar. Entretanto e já depois de o ter lido estive numa loja e 'experimentei' a cana, com um carreto e constatei que o centro de gravidade está uns cms largos da pega, o que assim sendo há um binário para se absorver? Que se pode exprimir em desconforto??
      A pega é de facto um pouco curta, para aplicar os braços, mas permite mais facilmente trabalho dos jerkbaits e das passeantes.
      De resto a cana parece- me muito boa, muito rápida na ponteira e com 'espinha' para domar um peixe mais poderoso.
      Muito obrigado e um abraço.
      José David

      Eliminar
    3. Boa noite José David,

      Seja bem vindo ao Predadores ao Spinning, fico contente que o artigo sobre a aspire tenha-lhe sido útil.

      Começar com 2,7 ou 3m depende onde vai pescar e de quais os seus hábitos como pescador, se pesca mais de praia, se pesca em zonas de muita rocha, depende, a de 3m é mais polivalente e a 2,7m têm mais nervo por ser mais curta e permite ainda melhores animações, por isso será uma opção que deverá tomar considerando esses factores.

      Eu conheço a Lucky Craft ESGII, é também uma grande cana, mas de aplicação distinta da Aspire, essa é uma cana com um CW 5-30, ficando no limite com amostras de 17cm, sendo impossivel a utilização de amostras mais pesadas assim como jigs ou zagaias.
      A LC ESGII é uma cana mais para pescas ligeiras, amostras de 14cm, vinis com pouco peso, mares calmos, zonas rochosas com pouca ondulação.

      Esse centro de gravidade é sempre me função do carreto mas como estamos a falar de gramagens muito baixas esse binário é pouco significativo, presumo que experimentou a cana de 3m, eu acho a de 2,7m mais equilibrada perdendo no entanto um pouco de capacidade de lançamento.

      Posso lhe garantir que mesmo pescando um dia inteiro não sinto o cansaço provocado pela cana como sinto por exemplo com a Speedmaster mesmo sendo muito boa já se sente ao fim de algumas horas!

      Além de não me cansar com a cana sinto muito conforto no conjunto que tenho e quando pesco até me esqueço do conjunto, deixa-me concentrado com o mar.

      A pega é mais curta, quem não estiver habituado pode sentir, mas posso-lhe garantir que depois de nos habituarmos não queremos outra coisa, principalmente eu que estou sempre a animar as amostras e uso muito os toques de ponteira, nesse aspecto para mim é melhor, mas como disse é uma questão de hábito, eu dei-me bem e gosto!

      Canas com 165g de peso e com esta potência e esta acção são muito poucas, a Aspire Seabass é uma grande cana, no entanto existem outras no mercado, com nível idêntico ou superior mesmo, mas ai o preço também mexe.

      Espero ter ajudado, muito obrigado, um abraço!

      Eliminar
  7. José David13/06/12, 00:06

    Caro Armando,

    Muito obrigado, pela sua boa ajuda.

    Vou reflectir. Eu pesco em praia aberta e praia com rochas, provavelmente irei optar pela cana de 2.7 m , embora na minha 'ignorancia' esteja inclinado um pouco para a de 3 m, por ser mais 'allround'.

    Vou pois Reflectir, dado que ter de optar por 1 cana.

    Relativamente ao carreto, estou a pensar ir para o novo Certate 3000, que um amigo que tem 1 me recomendou. O que acha??

    Abraço e muito obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas José,

      Se pesca muito de praia uma cana maior será mais aconselhável pois estará mais longe e precisa de maior capacidade de lançamento, ai a de 3m ganha vantagem, eu pesco mais em rocha, vou entrando mar dentro conforme posso e ganho na proximidade, ai posso pescar com cana mais curta mas se for a praia a opção a de 2,7m também lança mas perde um pouco para a de 3m.

      O novo Certate é um grande carreto, principalmente pelo Magseal que é uma grande vantagem, o tamanho 3000 Daiwa é igual ao 4000 Shimano por isso está bem além disso, com 280g, 81cm de recuperação por volta, 9+1 rolamentos e drag de 7kg parece-me muito bom para spinning, é uma bom carreto e uma boa escolha sem duvida nenhuma!

      Abraço,

      Eliminar
  8. José David13/06/12, 12:46

    Bom dia caro Armando,
    Muito obrigado, vou analisar, o seu conhecimento e o bom espirito de ajuda são decisivos.
    Quanto ao carreto vou ter 2 opções, uma com 4.8 de recuperação e outro com 5.8.
    Qual aconselha?
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia,

      Para o spinning quanto maior o ratio melhor, por isso optaria pelo 5.8

      Abraço

      Eliminar
  9. Bom dia David,

    Como já deve ter lido adquiri uma de 3mt e estou muito satisfeito com ela.
    Como eu pesco directo na praia de areia optei por esta medida pois são necessários todos os mts no lançamento.
    Relativamente à pega curta tive a mesma dúvida mas posso agora afirmar que é uma questão de hábito. Nota: A Esg II também possui pega curta.
    Realmente existe um ligeiro desiquilibrio na cana quando se pega nela mas que não se nota em acção.Se tivesse uma compensação no cabo lá ia a sua ligeireza.
    Penso que com o Certate 3000HA fará um grande conjunto com cerca de 470grs.
    Espero contribuir para a sua decisão.
    Boas pescas
    José F Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José David19/06/12, 23:13

      Caros Armando e José Pinto,

      Só hoje voltei ao blog, muito obrigado pela sua ajuda José.

      Sabem que eu estava para colocar a insistência do meu amigo Lourenço, que me está ajudar no meu retomar da pesca do robalo, após interregno (eu sou sobretudo viciado na pesca ao Achiga) em optar pela cana de 2,70 m , face a sua longa experiência com varias canas, referindo que se trata de um conjunto muito bem equilíbrio e a constatação do Armando de se estar, horas e horas a lançar e não se sentir o esforço de fadiga, por outro lado ele assevera que não é linear que a cana mais comprida lance mais longe, pois ele testemunha a experiência de teste com canas de vários comprimentos que fez e não serem por vezes coerentes os resultados, que uma cana mais comprida lance mais longe. Ele refere ainda que uriliza em 90% das secções de pesca, a cana de 2,70 m (rapture -black power - 7-35g) e nas restantes secções as canas speedmaster de 3 e 3.3 m??!!

      Abraço
      José David

      Eliminar
    2. Boas José David,

      A cana de 2,7m é realmente muito equilibrada, às vezes sinto a falta de mais lançamento mas sinceramente não estou seguro que conseguisse com uma cana maior, embora seja o mais provável,

      Eu uso a de 2,7m e estou muito contente com ela, com um sufix 832 o,15 lança muito bem e muito raramente sinto necessidade de mais.

      Porque não experimentar uma e outra, por vezes é a melhor solução!

      Também concordo que ter canas para diferentes situações é melhor mas ao mesmo tempo é menos conveniente, pessoalmente tenho um gosto grande em pescar com esta aspire seabass, é muito leve e reactiva e permite-me melhores animações horas a fio sem que me canse a não ser o punho que sofre como sofre nos achigãs com canas de 1,8m.

      Se também pescava aos achigãs vai sentir necessidade de "mexer" com a amostra, por isso material ligeiro mas potente pode fazer a diferença para quem tenha essa necessidade ou habito de animar uma amostra constantemente.

      Desde que a comprei terei pescado uma ou duas vezes com outra cana, é bom sinal, mas mais uma vez alerto para experimentar outros tamanhos e também outros modelos muito bons que há por ai percebendo qual a que vai mais ao seu agrado, é que será com ela que vai passar as próximas horas de frente ao mar :)

      Espero ter ajudado, um abraço!

      Eliminar
  10. José David04/07/12, 21:12

    Olá Armando,

    Como está? Sabe não consegui adquirir a cana de 2.7 m e não consegui em varias casas de pesca, inclusive está esgotada na Normark.
    Será que aí no Norte, não haverá alguma casa de pesca que conheça que possa ter.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas José David,

      Por aqui que eu conheça não, é uma cana que é raro terem em stock.

      Eu tenho um link para uma loja em Espanha que a tem, já lá estive para comprar mas nunca comprei nada, não há nada como falar com eles!

      http://www.nauticamazagon.com/canas/canas-de-spining/ca-a-shimano-antares-sea-bass-270h-3.html

      Abraço,

      Eliminar
  11. José David05/07/12, 08:30

    Armando, muito obrigado. Vou investigar.
    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Bom dia David,

    Já para arranjar a minha foi um achado.

    Procurei aqui no Norte e até com a colaboração da Normark e não encontrei nada.

    É de tentar no site que o Armando indicou.

    Um abraço

    José F Pinto

    ResponderEliminar
  13. Boas Armando,

    Hoje testei a cana a sério com um de 5.840 Kg.

    Portou-se lindamente.

    Um abraço

    JFP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos parabéns José Pinto, deve ter sido um grande gozo quase 6Kg com uma Aspire, já agora se puder deixe aqui o testemunho descritivo de como a cana se portou com esse bicho, como aguentou as batidas, a escoua, o tempo que lutou, em fim, ficamos sempre curiosos por essas histórias, e com esta cana é mesmo de registar!

      Esse já é um teste bem duro, eu ainda não tirei nenhum desses, já tive um bem grande mas perdi-o por minha culpa, no entanto ele não perde por esperar lol.

      Um abraço,

      Eliminar
  14. Boas Armando,

    No dia anterior tirei 11 e o meu amigo Ricardo outros 11 entre as 700 e 1,5 Kg.
    Relativamente ao Sábado foi o grupo completo cheio de fezada devido ao dia anterior. Quando chegamos à praia, depois de uma pequena caminhada pela mata, deparamo-nos com um mar um pouco agressivo para o spinning. Lá fomos tentando e nada. Após a última cavaqueira e quando já íamos dar por terminada esta jornada, eis que o João manda a seguinte boca: é pá façam mais uns lançamentos e se sair algum eu monto a cana novamente. O pessoal lá "obedeceu" e já no último lançamento e a caminhar para vir desarmar sinto um ataque mesmo na "cova", que até não foi nada de especial, e aí começa o gozo de se pescar na areia, isto é, o bicho começou a levar linha e eu pensei que tinha lá um kileiro ou pouco mais, até que dá duas violentas cabeçadas e aí vi que afinal ele era outro. Continuo a puxar por ele e mais um par das referidas cabeçadas ( a cana aguenta-as na maior ). Os meus colegas continuaram sem se preocuparem muito pois segundo eles a cana não fazia transparecer o que estava na ponta da linha assim como a minha calma. Até que disse ao Ricardo que era quem estava mais próximo que era grande e então ele veio dar-me uma preciosa ajuda com um bicheiro telescópico da Rapala que tinha adquirido e ainda não testado. A situação era complicada pois a praia tinha muito declive e fazia uma escoa muito forte, dificuldade essa que a cana ajudou a resolver, revelando ter uma reserva de potência acima do normal. Por incrível que pareça esta luta durou aproximadamente uns 3 minutos!!! Em conclusão: fiz uma excelente compra.
    Ontem, 1 Ago fui com o meu primo Nuno a vêr se por lá andavam mais e nada. Então eu fui explorar para norte e ele para sul. Passados uns 20mn liga-me, sinal que tinha tirado peixe o que a se confirmar seria o seu primeiro peixe ao spinning. Pus-me a caminho e quando chego à sua beira disse-me com uma alegria estampada no rosto" estrei-me e bem com um robalo de cerca de 3Kg, que se veio a confirmar ter 3.5. Ao segundo lançamento sinto um ataque mas falhou. Mais uns lançamentos e ferro um bom peixe que deu muito boa luta e que acusou 4Kg. Depois ele tirou um de 2Kg, e eu um de 3.5Kg e fechei a pescaria com um de 2.5 quase aos meus pés num ataque que eu nunca tinha visto igual: Quando a cerca de 5mt dos meus pés a amostra já vinha com a "cabeça" fora da água eis que surge de lado quase em seco este robalo que ataca de lado a amostra num salto e automáticamente dou um puxão e mais um salto e o peixe está a seco.
    Hoje lá fomos bem cedo e ao primeiro lançamento ferro logo um, mais dois lançamentos outro ( ainda semi-escuro ) , continuo a tentar e nada. Entretanto o Nuno tinha descaído mais para a cova e ferra um peixe que sem grande dificuldade vem a seco o qual levanto para terra firme. Ficamos estupefactos pois só acusou na balança 6.66 Kg.

    Isto tem corrido bem!

    Um abraço

    José F Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo José, tenho vindo a ler aqui no blog que é de ovar.

      Eu estou a iniciar no spinning e gostaria de aprender com alguém com experiência, sou de ovar também.

      Se poder contactar me para troca de ideias e ate umas idas a pesca agradeço tinha muito gosto em aprender.

      cumprimentos,

      vitor graça

      vitor.1988.graca@gmail.com

      Eliminar
  15. Ola ,o blog ta bom parabens....tenho uma aspirae seabass em 3m que achas do tamanho?acho que por ter 3mtr fica mais sensivel e a accao baixa.... abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas,

      Eu tive a oportunidade de testar a Aspire Seabass de 300H, é um pouco mais potente, a base do blank é mais forte e dá essa sensação mas acaba por se um pouco menos rija de ponta, gostei bem da cana, é um pouco diferente da 2.70, mas não muito!

      A acção destas canas vêm mal de origem na minha opinião, será uma 10-50 no máximo, a de 3m tem o mesmo comportamento que a 2.70m, e como disse testei ambas, as acções são muito semelhantes!

      Este problema com CW's errados é infelizmente uma realidade de muitas canas shimano, que são grandes canas mas têm cw's desajustados, com os reais sempre a baixo dos anunciados, uma situação que a shimano deveria rever, os consumidores europeus são bem informados ao contrário do que parece que eles pensam, as novas biomaster já parecem mais correctas de cw mas ainda não testei acima de 45g, pode ser que a shimano já esteja a mudar essa imagem!!!

      Muito obrigado, um abraço!

      Eliminar
  16. boas.gostava de começar a pesca de robalo que material devo comprar o seja qual cana e carreto .obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas,

      Envie pf um mail com alguma informação para o poder ajudar, tipo de pesca que fazia, tipo de zonas por onde pesca, areia ou pedra, experiência no spinning em aguas interiores etc, envie um mail e logo que me seja possivel dou-lhe uma ajuda a o direcionar para uma compra ajustada, e já agora assine as suas mensagens.

      Um abraço.

      Eliminar
  17. boas o meu nome e alexandru. a pesca que eu faso e pesca ao fundo e boia na zona de portimao ate ilha do farol olhao. zonas com praia rochas e molho. experencia nao tenho muita no spining. muito obrigado e um abraço. alexandru

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Alexandru,

      Se faz pesca com bóia provavelmente terá já algum carreto 4000, o que lhe pode servir para se iniciar neste tipo de pesca.

      No spinning devemos pescar com canas entre os 2,7 e os 3,30 com cw's entre os 15 e 60g, a grande maior parte dos pescadores de spinning utilizam essas medidas, dependendo a escolha do tipo de pesqueiros que temos, quanto aos carretos as medidas entre os 3000 e 5000 são ideais, com boas recuperações.

      As canas mais longas são melhores em zonas com muita pedra, pesqueiros com caneiros e com cabeços rochosos submerso aos quais o robalo tem tendência a se atirar para se tentar soltar, com uma cana mais longa controla melhor o peixe e consegue tê-lo mais perto da superfície.

      As canas mais curtas são óptimas para pescas mais ligeiras com muita animação de amostras ou em zonas onde os tamanho não influencie, por exemplo que pesca só em praia os 2,7 serão suficientes, no entanto com uma cana maior consegue-se sempre lançar um pouco mais longe.

      Mas lançar longe pouco significa, na maior parte dos casos os peixes andam aos nossos pés.

      Quanto a marcas muita escolha existe e acaba sempre por ser uma opção pessoal, nada como entrar numa loja de pesca e ver diversos modelos, ver qual lhe agrada mais e se ajusta mais à bolsa.

      Espero ter ajudado, um abraço.

      Eliminar
    2. obrigado um abraço. alexandru

      Eliminar
  18. boas Armando, parabens pelo blog, qnt a cana tenho a de 3m e posso dizer-te q o cw esta certo.. carrega sem probs uma storn de 40g de cabecote mais 16g de corpo e n se queixa, tnt q ando a procura da versao mais baixa a 10-35, q nao chegou a peninsula infelizmente, para o verao e passeantes e vinis mais leves. abraco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Paulo,

      Muito obrigado, a Aspire Seabass é sem duvida alguma uma das melhores opções para spinning costeiro com amostras, aceito a sua opinião até porque a minha com 2,70 lança os mesmos vinis sem problemas, mas continuo a dizer que o cw está desajustado, deveria ser identificada como uma 10-50 para ser correcto, mas como todos sabemos a classificação que todas as marcas fazem aos seus cw's não obedece a nenhuma norma o que provoca cw's iguais com acções realmente diferentes entre as marcas, o que não nos ajuda muito nas nossas escolhas.

      A Aspire Seabass é uma cana maravilhosa, nada tenho a dizer, tem uma capacidade de lançamento óptima entre as 15 e as 40g por esse motivo uma versão mais baixa na ordem dos 10-35 parece-me que talvez não se justifique por não se ganhar nada em especial, isto para um spinning costeiro com amostras entre as 15 e as 30g que é onde se situam 90% das amostras de spinning costeiro.

      Eu para passeantes e vinis gosto da Shimano Aspire Seabass 270H, sendo mais curta é fundamental para um maior controlo sobre as amostras, e o CW por experiência própria está ajustado a esse tipo de pesca.

      Como ultimo concelho que lhe possa deixar talvez não seja pior repensar num modelo mais curto para esse tipo pescas, experimente primeiro e vai sentir com toda a certeza a diferença!

      Um abraço.

      Eliminar
  19. Boa tarde.

    O meu nome é Óscar, vivo em Rio Tinto (arredores do Porto).

    Sou pescador de Verão, quando é possível e permite.

    Tenho lido alguma coisa sobre Spinning ao Robalo, que me está a fascinar um pouco.

    Comprei algum material, um pouco "ás cegas" sem consultar alguém que pratique verdadeiramente o spinnig.

    Neste momento tenho:

    - Cana Penn Overseas Pro de 2.70 mt, que com o pouco conhecimento que tenho sobre o assunto acho boa.
    - Carreto Penn 4000 Batlle
    - Algumas amostras rígidas

    No entanto tenho visto informação, que a cana ideal para rochas deverá ter 3.30 mt

    Que acha da cana Shimano Nasci AX Spinning de 2013 principalmente a de 3,30 mt?
    Pelo que li é mais resistente, e pelo facto de ter mais comprimento será mais fácil trabalhar com ela nas rochas e permitir maiores lançamentos com amostras, bem como trabalhar melhor o peixe.

    Gostaria de investir em alguma material relacionado, nomeadamente fato de neopren, botas resistentes à agua, colete e cinto.

    Reparei que neste blog, já refere a este material todo.

    Agradecia dentro da sua disponibilidade a indicação do material necessário, bem como a indicação de alguns links para compra de este materiais.


    Desde já agradeço, e parabéns para o excelente Blog.

    Óscar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Oscar,

      O material que possui não conheço e por isso como é meu hábito não vou opinar sobre ele, no entanto em relação às zonas de pesca com rocha é de facto melhor uma cana mais longa com acção MH para poder dominar melhor um peixe sem o perder nas pedras.

      Quanto ao investimento no material que sugere tenho que analisar, a NASCI pode ser uma boa opção mas existem outras, se quiser envie-me um mail para lhe enviar um conjunto de opções com respectivas características para sua análise.

      Um abraço.

      Eliminar
  20. Parabens por o blog. Chamome Armando tambem, sou espanhol e pesco no Mediterraneo em quebramars geralmente. Gostei muito dessa canna mas no parece-me bom trabalhar com amostras maiores de uns 36 g. Perdendo força e efetividade na lançada segundo minha experiencia. Um outro probleme ca e seu comportamente com um peixe pelágico cualquer um que nos temos perto do litoral, especialmente a anchova ou serra. Por enquanto tive algumas picadas que nao consegui ferrar. Meu equipe com essa canna é o twin-power SW 4000. Nesta banda eu uso muito o daiwa saltiga 17 cm, tambem smith saruna 110,125 e 140, smith haluca 140, savagear sandeel 140 (com cabeça de 16 g) e black minnow 120. As vezes tambem um jig de 20-30 g. bony, jackall, molix. Disculpe-me o meu portugês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Armando,

      Bem vindo ao blog.

      A Aspire Seabass tem um CW mais baixo que o anunciado, será uma 10-50 com boa vontade e tem a sua acção ideal entre as 15 e as 35 gramas, tudo o que for acima é sempre um compromisso.

      O power da cana é o ideal para os robalos que existem pela costa, necessitando de alguma perícia por parte do pescador para um peixe maior, no caso de pelágicos como a anchova penso ser ideal uma cana mais potente pois são muito mais combativos e ai a seabass pode ficar curta e não conseguir trabalhar o peixe por falta de potência para ele, lembre-se que é uma cana especialmente talhada para o robalo.

      O material que aponta é de top, divirta-se com ele, já tenho saudades de uma anchova a dançar na ponta da linha, vamos lá ver se proximamente consigo fazer uma incursão ao Mediterrâneo, quanto ao português está perfeito!

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Obrigado Armando

      O ano passado eu estive pescando com uma diaflash XTA 2,70 H (20/50) anchovas de 2-3 Kg. sem problema. Eu achava que Aspire seabass 2,70 H (15/60) deveria ser uma boa eleiçao para esses tamanhos. Concordo com você que anchova e peixe muito mais combativo e prudentemente nao vou pescar com ela até o mes de Outubro. Agora estou pescando esses pelàgicos com wild romance pelagic offshore 20/80, mas e cana muito pesada e dura. A melhor opçao para a pesca ca no verao pode ser a lesath AX power game 40/80 mas nao gosto muito do portacarreto clicker por experiencia com o modelo lesath AX spinning do 2009.

      Um abraço

      Eliminar
    3. Ambos modelos são muito pesados para mim (lesath e wild romance) uma cana de spinning não deve ter mais que 220g na minha opinião para não tornar um dia de pesca num tormento!

      Um abraço!

      Eliminar
    4. Parabéns! sou Brasileiro e estou curtindo muito Predadores ao Spinning e aprendendo muito.

      Eliminar